Sejam bem vindos...

Se você chegou até aqui é porque algum motivo teve para isso... seja qual for esse motivo, fico feliz de ter você comigo nesse meu cantinho.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

O mundo está perdido ou eu estou perdida no mundo?


Há dias eu tenho parado para analisar os fatos que vem acontecendo na minha vida e uma grande dúvida tem pairado no ar, dúvida essa que busco freneticamente encontrar uma resposta que seja, no mínimo, aceitável: O mundo está perdido ou eu estou perdida no mundo? Brincadeiras a parte, sinto como se eu estivesse vivendo em plena guerra, onde devo estar pronta a atacar e me acostumar com o ambiente tenso ao meu redor.

Não sou e nem quero ser a melhor das pessoas, a certinha, pois todos nós temos nossos momentos de diabinhos, mas não venha me pedir para dançar conforme a canção, sendo que esse não é meu estilo favorito de música. As pessoas acham que nós temos que nos adaptar as adversidades do mundo, como se nós fossemos como aquelas massinhas de modelar que crianças usam no colégio e, com isso, à medida que passamos por uma rua estreita temos que trocar nossa forma para por ela atravessar.

Nessas horas então eu me pergunto o porquê de eu ter que mudar? Por que o mundo não se adapta a mim, mas sim eu tenho que me adaptar a ele? Pensem no seguinte exemplo: se você se apaixona por um homem, faz de tudo para ser feliz ao lado dessa pessoa, valoriza, sonha, faz planos e no final das contas esse individuo não dá o mínimo valor a tudo isso. Frustrante, não é mesmo? Pois bem, fazendo uso da teoria do “adaptar-se” eu teria que me adaptar a essa modernidade do “ficar”, ou seja, fique com a pessoa, curta aquele momento, mas não se apegue, não se apaixone, pois no dia seguinte você e nada serão a mesma coisa para esse indivíduo que ontem te tratava como uma verdadeira princesa.

A moda agora é a do “ficar” e apaixonar-se jamais. Beije na boca de um hoje, amanhã saia e conheça outro e por ai vai, curtindo a musica e literalmente dançando conforme ela. Entregar seu coração a uma dessas aventuras mundanas? Jamais! Se fizer isso estará saindo totalmente do ritmo e será uma perdida nesse mundo, pois o mundo não está perdido, o mundo não está conspirando contra você que ainda sonha em encontrar um verdadeiro amor, o mundo jamais será o errado nessa história, mas sim você é que não sabe ser maleável e adaptar-se a nova realidade e, dessa forma, a perdida no mundo será você.

A grande questão que vejo é adaptar-se ou então viver sozinha no mundo, isolada de tudo e de todos, vivendo o seu mundo particular e fazendo dele o seu grande castelo. E não pensem que isso não existe, pois existe e muito. Quantas e quantas pessoas acabam meio que se isolando, tornando-se pessoas frias simplesmente para não se adaptarem ao que o mundo as oferece? É como se fosse uma espécie de capa criada onde você não vive seus sonhos, mas também não é obrigado a viver o modismo que lhe é oferecido.

Sobre a grande pergunta levantada por esse texto eu venho aqui ao final responder que, pelo menos por enquanto, ainda vou continuar vagando por esse mundo em busca de encontrar o que eu quero, mas farei isso até o dia que eu achar que vale a pena ser simplesmente mais uma perdida nesse mundão de meu Deus. Se não tenho aquilo que quero então também não vou me contentar com o pouco que me oferecem, afinal de contas viver com pouco é viver pela metade e viver pela metade é o mesmo que não viver, apenas sobreviver.

3 comentários:

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana disse...

Concordo em parte com o que disse, pois, no fim, todos temos que ceder, nem que seja só um pouco, você cede aqui, o mundo cede ali, ambos vão se adaptando um ao outro. Mas é só o que eu acho hoje, amanhã pode tudo mudar!

atila disse...

concordo plenamente com o que foi dito por ti!