Sejam bem vindos...

Se você chegou até aqui é porque algum motivo teve para isso... seja qual for esse motivo, fico feliz de ter você comigo nesse meu cantinho.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

A difícil arte de se relacionar...


Depois de alguns dias sem postar aqui no blog, resolvi voltar a escrever. Qual o motivo? Digamos que me senti um tanto quanto provocada quando me deparei com um homem questionando o porquê de as mulheres, após iniciarem o namoro, começarem a ficar “chatas”. Que pergunta intrigante, não acham? Pois bem, diante dessa situação resolvi emitir minha singela opinião, pois quem sou eu para dissertar a respeito do relacionamento humano. Coisa complicada isso!

Eu seria uma feminista mal amada se viesse aqui simplesmente falar mal dos homens e defender as mulheres com unhas e dentes no que diz respeito a essa questão e, numa boa, eu não preciso disso, pois me considero uma pessoa extremamente sensata. Está certo, às vezes fico um pouco descontrolada, afinal de contas quem nunca teve seus momentos de loucura? Acredito que dentro desse contexto podemos encontrar várias explicações para a tal atitude descrita pelo homem que fez esse questionamento, mas vou me limitar a focar em apenas dois que eu considero bem significativos.

O primeiro seria o mais importante e resumo em uma única palavra: falsidade! Um ser falso é capaz de mostrar-se o melhor dos seres humanos quando quer conquistar a sua presa. Eu diria, nesse caso, que relacionamentos que se tornam chatos quando se solidificam podem possuir um ser falso entre os envolvidos, ou até mesmo os dois, porque não? Um ser falso vai demonstrar ser aquilo que não é simplesmente para conquistar a sua caça: um homem pode demonstrar ser o mais carinhoso possível até que sua amada esteja, literalmente falando, em suas mãos, assim como uma mulher pode demonstrar ser a mulher mais compreensível desse mundo, até que seu amado companheiro esteja devidamente fisgado. E depois? Bem, como dizem por ai a verdade um dia sempre aparece e, nessas horas, máscaras começam a cair e a mulher boazinha torna-se a namorada chata ou então o homem carinhoso o namorado frio.

Outro ponto que considero importante dentro dessa questão é o fato de que casais acham que a conquista acaba no momento em que o relacionamento sério começa. Dai-me paciência, mas ninguém, em sã consciência, deve agir dessa maneira, não é verdade?. Inteligência é, sem sombra de dúvida, a alma de qualquer relacionamento seja ele amoroso ou não. Um ser humano inteligente é aquele que sabe que não conquista seu parceiro quando o conhece, mas sim a cada dia que passa ao seu lado. Quantas histórias eu já ouvi de casais que passam anos e mais anos sem trocar sequer um beijo, um abraço e acabam caindo no maior dos erros de um casal: a rotina. Para tudo! Ninguém gosta de viver uma vidinha sem graça! E ai, como eu já disse a mulher boazinha torna-se a chata e o homem carinhoso o companheiro frio. 

A grande verdade é que relacionamento, seja ele qual for, não é algo fácil, mas podemos fazer com que ele seja menos difícil, não acham? Problemas todos os casais sempre terão e atrevo-me a dizer que atire a primeira pedra aquela pessoa que nunca enfrentou uma situação complicada no relacionamento a dois, mas isso não significa que a sua metade da laranja esteja podre, mas sim que você não está conseguindo cuidar direito da laranjeira que plantou dentro de você. Dessa forma eu digo com um grande prazer: vamos plantar nossa roseira e admirar todos os dias a rosa mais linda que dela tenha brotado especialmente em sua homenagem, mas também vamos aprender a cultivar aquilo que plantamos, afinal de contas uma rosa não fica bonita se não for regada todos os dias com um pouco de água. Vamos então regar nossos amores todos os dias com um pouco de carinho e sermos sempre nós mesmos ou seja, jamais tentar interpretar um personagem que não condiz com o que realmente somos.

Um comentário:

Sonhador...apenas disse...

gostei

coisas pequenas e gde da alma

abraços